Acompanhante no CTI em tempo integral já é realidade no HSJA

29 de maio de 2014

Acompanhante no CTI em tempo integral já é realidade no HSJA

O conceito de Centro de Terapia Intensiva não é mais o mesmo. Agora, o isolamento deu lugar à presença constante e reconfortante de um familiar.

Permanecer no Centro de Terapia Intensiva (CTI) 24 horas por dia ao lado do paciente para dar apoio, carinho e conforto psicológico já é possível em Itaperuna. Não é mais preciso abrir mão de ficar perto de uma pessoa querida e em tratamento para que ela receba a atenção médica necessária no CTI. Desta forma a idéia de local frio e isolado está ultrapassada. Desmistificar o CTI e deixando-o cada vez mais humanizado é meta Hospital o Hospital São José do Avaí,

Uma nova unidade de terapia intensiva, denominado Centro de Terapia Intensiva Terciário começou a funcionar no dia 24 de janeiro. De acordo com o médico intensivista responsável pelo novo CTI, Dr. Sérgio Kiffer a presença dos familiares é uma espécie de terapia do convívio não medicamentosa. “Os acompanhantes não ficam na UTI para auxiliar o médico e os enfermeiros, e sim, para dar conforto e carinho aos pacientes”, explica.

Por enquanto o novo método de tratamento intensivo só está disponível para pacientes de convênios e particulares, e também por que a unidade foi construída atendendo a critérios internacionais que permitem a presença do acompanhante. No entanto, mesmo as demais unidades de tratamento, ainda não possuindo estrutura física para acompanhante 24 horas foram beneficiadas, vão ficar desafogadas, sobrando mais vagas para pacientes do SUS.

Posted in Blog | Tags: ,